Namorada de Surfista – A Polêmica!

Há algumas semanas está circulando e sendo bastante compartilhado por pessoas conhecidas, um texto do jornalista Fred D’Orey sobre a vida e as atitudes das namoradas dos surfistas.

Não tive como não compartilhá-lo aqui no blog, pois o assunto tem tudo a ver com o que postamos e discutimos no Vai pra Praia. Quando esse texto apareceu na minha timeline, li, curti, concordei com algumas coisas e discordei de outras.

Pelo fato do texto ter me feito parar mais uma vez para pensar sobre essa realidade, resolvi publicá-lo hoje, caso alguém não o tenha lido. Leiam e prepare-se!

Amanhã aqui no blog vamos ter uma réplica com a versão feminina dessa discussão infinita e saudável.

NAMORADA DE SURFISTA – POR FRED D’OREY

Namorada de surfista

Já vi esse filme. No começo a namorada dá a maior força. Ela tem orgulho de namorar um cara saúde que pega onda. Ela faz questão de incentivar porque sabe que ele volta feliz da vida depois das ondas. Ela adora praia, o cara surfa – foram feitos um para o outro. Depois, com o passar do tempo, a atitude muda. Ela até gosta que o cara surfe, mas… “tem que ser o tempo todo? Dá pra falar de outra coisa? Não dá pra gente fazer um programa diferente?” É o início do fim.

Ou do namoro do casal, ou do surf do cara. Porque as coisas evoluem de tal forma que, com raríssimas exceções, pranchas e namoradas acabam por se tornar rivais. E basta olhar em volta pra perceber quem está vencendo. Surf só no final de semana. Só em determinadas praias. Só em determinados horários. Acordos são feitos. “Fim de semana em Saquarema (melhor onda do Brasil!) nem pensar. Em São Conrado (melhor esquerda do Rio!) eu não vou nem morta, aquela praia é um lixo. Domingo tem que voltar antes do almoço com a mamãe.”

Uma surf trip por ano com os amigos e olhe lá. E com isso a barriga dele vai crescendo, sua cor ficando cinza, e os olhos vão perdendo o brilho… Tem uma cena no filme ‘A Praia’, quando o Leonardo Di Caprio vira pra menina, depois de deixá-la fascinada com algumas bobagens que ele falou sobre as estrelas, e diz mais ou menos assim: “agora você tá achando tudo lindo, mas as mesmas coisas que te fascinam no começo vão te entediar no final”. O cara tava falando de uma verdade quase universal sobre os relacionamentos. Mas podia estar falando especificamente de surf.

Me toquei disso porque outro dia fui pegar onda com a Ana e depois da sexta checada em quatro praias diferentes (fazer o que? Moro no brasil, onde o mar quase sempre é uma bomba), ela, levemente impaciente, arriscou: “aqui tá bom. Porque a gente não fica logo aqui?”. Tá bom? Como assim tá bom? Você entende de surf desde quando? E tratei de explicar que surf é uma das coisas mais importantes da minha vida. Que trabalho pra burro. Que tenho pouco tempo. E que tenho que escolher direitinho minha caída. E mais importante, e que isso fique bem claro, se tiver dando onda eu vou correr atrás do melhor surf. Sempre! E se ela quiser vir comigo vai ter que ser paciente. Se não tiver saco pode ficar em Ipanema com as amigas.

Mulheres de surfistas são muito sortudas (levantem as mãos pros céus). Elas vão pra praia. Elas vão pra Prainha. Elas vão pra Guarda. Elas vão pra Bali. O som quase sempre é bom. A comida quase sempre é saudável. Surfistas procuram por praias sem muito vento, sem muita gente. Que tal namorar alpinista e se ver toda amarrada de cabeça pra baixo? Que tal namorar ciclista e ficar se esbaforindo pedalando atrás do cara? Que tal namorar um tenista e passar o fim de semana no clube? Que tal namorar um windsurfista e perseguir o vento, quanto mais vento melhor, e ficar mofando dentro do carro? Ou um lutador de jiu jitsu e acompanhar de perto seus treinos na academia, enquanto ele fica se pegando com outro orelhudo suado?

Nunca entendi direito o porque dessa metamorfose feminina. Talvez por uma necessidade ancestral de controlar e reduzir o macho apenas a sua condição de provedor familiar. Talvez por egoísmo. Talvez por falta de bom senso. Mas nem todo mundo tem vocação pra ovelha. Os australianos, por exemplo, que fazem parte da maior nação surf do planeta trataram desse assunto com seu peculiar humor escrachado estampando em camisetas os seguintes dizeres- “minha namorada mandou eu escolher entre ela e a prancha. Pena, vou morrer de saudade dela”.

Fonte: http://uponboard.com/2011/03/19/namorada-de-surfista-por-fred-dorey/

Nota do blog: Fred D’Orey é  colunista da revista Fluir, dono da Totem e tem um livro publicado chamado Outras Ondas, que pode ser adquirido em http://www.totemstore.com.br/acessorios-1/outras-ondas/outras-ondas-unica.html

Anúncios

212 pensamentos sobre “Namorada de Surfista – A Polêmica!

  1. Desse mau eu não sofro,tenho uma grande companheira ultimamente ela que tem me arrastado pra praia.se eu não levo pra pegar onda fica triste.quando chega o fds ela quer botar o pé na estrada atras das waves.adora um perrengue na praia.isso sim que é mulher.Te amo leska meu amor

  2. Pq só a mamorada tem q acompanhar o namorado? Pq ele também não pode acompanhá-la vez ou outra? Talvez seja essa empolgação no começo, pq depois no decorrer do relacionamento a namorada percebe que somente ela é quem acompanha o surfista, e sente falta que ele se interesse pelas coisas que ela gosta também, afinal pra um relacionamento dar certo ambos tem que ceder e não só uma parte!

    • Eh verdade! Tb namorei um surfista e o que me cansou foi ele fazer as coisas dele e eu acompanhar, mas na hora de fazer meus programas nada. Tem uns que são egoístas.

  3. Penso que ainda é pior ser mulher de Personal Trainer que te vigia o tempo todo e alimentação tem que ser 100% saudavel. Mas não reclamo porque assim estou sempre em forma e amo ele de paixão, então tudo vale a pena. Abraços!

  4. Caro surfista. Talvez tenha sido apenas um bad day ou uma TPM da sua namorada. Ou talvez, ela esteja cansada de você. A namorada de surfista ama o lifestille, mas não suporta as limitações de papo e a falta de atenção após um dia de mar grande. Talvez você esteja dando mais valor as ondas do que a sua namorada. Eu só namorei surfistas e me casei com um, não troco a minha vida de praia por nada. meu filho de três anos já pega onda com o pai e eu acho uma maravilha. Mas viver somente a vida de vocês pode sufocar sim, ainda mais depois de anos de convivência. vocês vão ao cinema? você a leva a um restaurante bacana? vocês fazem os programas dela? Não adianta darmos dedicação total se não é recíproco. existem muitos surfistas por aí, talvez o problema seja o relacionamento de vocês e não a namorada do surfista. Muito limitado o seu artigo, que mais me parece um desabafo, talvez esteja na hora de você exigir menos e se doar mais. Não julgue todas as mulheres que amam acompanhar os seus parceiros ao redor do mundo em viagens somente de ondas. apenas limite o seu tempo a faze-la feliz com outras distrações. Garanto que Ana, minha xará, vai se sentir muito mais feliz!

  5. Também concordo que o namorado também tem que, eventualmente, acompanhar a namorada. O problema é geralmente elas querem ir no shoping, ou na casa da mãe, e convenhamos, a praia é bem melhor.

  6. nao sabe as mulheres o que estao perdendo namorar surfista um cara da paz geraçao saude e muito mais…e a praia pra ele compartilhar so alegria….

  7. O texto é bacana, mas só achei que o autor podia ter respeitado os alpinistas, ciclistas, tenistas, windsurfistas, lutadores… Não precisa explicar o seu problema, menosprezando os gostos dos outros… Mas no geral, o texto é bom!

  8. Meu Marido, surfista, acompanho o surf dele quando o tempo está bom ou quando não tenho outras coisas para fazer na cidade… nunca reclamo, aliás, o povo fala “como vc aguenta?” Susse… não tenho do que reclamar, tenho minha liberdade e ele a dele… E conheci paraísos, como Costa Rica… e de quebra, ele tá sempre sarado e bronzeado…

  9. Eu por exemplo já namorei um surfista e com ele aprendi a surfar, não há nenhuma experiência que possa ser comparada, todos deviam experimentar e praticar!!

    Pratico até hoje e não vivo longe do mar.
    POR UM MUNDO COM MAIS SURFISTAS!!!

  10. Meu gato é surfista, vou sempre que posso e que “não posso” acompanhar o surf dele. *Isso acontece há um ano… (Então não é só no começo)
    *Ele é um desses que gosta de “escolher” muito bem onde vai surfar… (Então existe paciência)
    * O texto acima fala que nós mulheres de surfistas temos “que levantar as mãos pro céus” pois:
    *O som quase sempre é bom (Pena, quase nunca escuto pois estou prestando atenção nele no mar)
    *A comida quase sempre é saudável (Não sei, pois quando ele sai da água tremendo de frio, a última coisa que penso é em comer, se não em dar uma toalha seca e limpa pra ele se aquecer, e quando, rola um rango é sempre algo nutritivo que eu preparei em casa para ele repor as energias depois do surf)
    *Surfistas procuram por praias sem muito vento (Sóquenão. Toda praia tem vento, nós mulheres sentimos muito mais frio… Todo bom surfista sabe que pro surf não tem tempo ruim… Sendo assim, além do vento, muitas vezes tem chuva, não tem sol e muitas outras vezes é inverno, ao menos pra quem está na areia sem “roupa de borracha”.
    *Surfistas procuram por praias sem muita gente. (Sorte a nossa? Por quê? Quem tá se escondendo de alguém? Por acaso somos bicho do mato? Afinal, as pessoas que estão a minha volta eu quase nunca vejo, pois estou quase sempre de pé na frente do mar e todas as vezes tirando fotos dele).

    Portanto o texto “namorada de surfista” do jornalista Fred D’Orey não é uma completa mentira, mas nem tudo é verdade.

    Então fica a dica: Não só nos esportes como também em todas as atividades da vida
    #TUDOOQUEÉDEMAISENJOA!

    Ps: Acho maravilhoso que o Alexandre vá surfar e vou junto!!

  11. quando eu e minha ex namora íamos a praia no começo ela gostava! Entre o mar e ela eu prefiro o mar!! depois de um tempo ela percebeu que espera 4 horas na areia nao era tão legal, mulher pra namora surfista ou ela aprende a surfa junto comigo ou espera um pouquinho na areia
    alohaa

  12. O texto do cara diz em resumo:
    Sou surfista, sou fodão, os outros estereótipos não são páreos para nós surfistas, se você quer ser namorada de um surfista, aceite o que nós impomos quieta, vá pra onde eu quiser e fique me vendo surfar quietinha… não quero saber da sua opinião…
    KKKKK até agora to tentando entender o que essa porcaria de texto infantil e machísta, carregado de síndrome de ‘eu sou fodão’ repercutiu tanto… coisa mais sem sentido

  13. Achei bem machista esse texto.
    Sou namorada de surfista profissional, e sim, dou o maior apoio para ele, viaja para vários lugares, realmente vamos a procura de boas ondas e torço muito para que ele se dêem bem em todos campeonatos.
    Mas e ae cade o companheiro da mulher nesse texto. E se o surfista namora uma lutadora, uma tenista, uma ciclista, etc, não há a companhia dele?

  14. Bem, nem sou namorada, nem esposa de esportista, mais sou mulher;a minha opinião em sentido geral á que esta reportagem nada mais é que opinião de um homem,diga-se de passagem egoísta e temperamental;pois todos os homens quando estão interessado ou apaixonado por alguma garota, sabem fazer direitinho a conquista e entende o universo feminino, quando o objetivo é alcançado eles esquecem literalmente como funciona,e passamos a ser chata, mandona, egoísta, mimada entre outras coisas( tenho noção que existe mulheres neuróticas e exageradas em seu comportamento; onde nós mulheres muitas vezes não aceitamos…); impondo a todo custo o seu universo; O homem desde cedo sabe que mulheres tem diferenças, prioridades e necessidades que para eles é ridículo e bobo ( lembrem-se de sua mamãe). porém não entende que tudo demais é doença e que todo relacionamento existe sacrifício, e muito dialogo para chegar a um denominador comum, creio que quando existi amor verdadeiro tudo tem um sabor especial, pois se quer ver o outro bem e feliz; pelo menos é meu entendimento;ambos muitas vezes tem que abrir mão de algo; mais deixo uma pergunta aos homens: daqui a 20 ou 30 anos gostaria de saber se a opinião do homem em relação a mulher é a mesma?? pois já conversei com uma porrada de homem entre 30 e 80 anos e tenho noção do quanto a mulher é importante na vida de um homem mesmo com todos adjetivos que o mundo machista nos impõe. As diferenças podem e deve ser resolvida e partilhada com uma boa conversa e ambos partilhar os gostos e abrir exceção quando necessário; é muito bom um relacionamento onde ambos partilha a harmonia e o bem comum, sem abrir mão da sua privacidade e divertimento isso é amor!

  15. Rs….típico texto de um homem bem egóista e sem noção. Suponha que sua namorada só fale de, por exemplo, jogos de tênis. Que ela nunca aprecie qualquer programa que não envolva uma raquete de tênis e só viaje para lugares onde haja uma quadra de tênis, caso contrário fica de mau humorzinho, tensa e dando indiretas grosseiras, atrapalhando o programa de todo mundo. Quando ela viaja com você, dos 20 dias das SUAS férias, 19 ela passe dentro da quadra de tênis e acredita que você tem mesmo que ficá-la esperando sozinho por horas e o pior, assistindo aquele jogo medíocre onde ela se acha uma pró. Todos os assuntos da sua namorada e das amigas burras são a bolinha de tênis, as quadras de tênis pelo mundo e os lances dos atletas do tênis. Ela não é capaz de conversar sobre mais nada na vida pois não tem nenhum outro assunto no seu repertório.
    Ao lado do jogo medíocre da sua namorada, está quase sempre, a Kournikova jogando, 10000 vezes melhor e mais gostosa. Porém, quando a sua namorada sai da quadra você mente dizendo que ela jogou super bem quando te pergunta inocentemente se viu aquele saque incredible!! À noite ela fica pasma como uma lesma pois não tem energia para mais nada. E o pior, acha que você ainda é sortudo!!

  16. A verdade é que depois vem os filhos , contas pra pagar as prioridades mudam, e acho que as mulheres querem mais companherismo , sou surfista e meu marido também, Isso nos ajudou muito por amar as mesmas coisas, mais são poucas as mulheres que pegam ondas , então ficam sem opção. Entendo os dois lados. Lá em casa a briga é para revesarmos pois meu marido nunca quer ficar com os nenens para eu treinar, e acabei deixando um pouco as competições de lado pois gastar sem treinar muito acaba não compensando.Imagine só que quando consigo arranjar tudo para ir lé vem ele falando , só quarenta minuto né?surfar junto então só quando as meninas ficarem grande.

  17. tenho que escolher direitinho minha caída. E mais importante, e que isso fique bem claro, se tiver dando onda eu vou correr atrás do melhor surf. Sempre! E se ela quiser vir comigo vai ter que ser paciente. Se não tiver saco pode ficar em Ipanema com as amigas.

    a frase mas egoista que ja li na minha vida, e a pessoa que a escreveu deve ser assim….
    meu namorado é surfista , quando nao quero ir a praia , do a maior força pra ele , nao ligo , quero atenção sim , mas entendo que ele fazia isso muito antes de me conhecer , surfo até junto com ele , muito divertido.
    sabe…. ta parecendo aquela dor na cabeça , (aquela que cresce dos lados ) e que de alguma forma quer mostrar pras outras pessoas um cara machao que no fundo nao é .
    namoro é companheirismo , e tem que ceder , tanto um quanto o outro.

  18. fica sozinho ….se o mar fosse tudo na sua vida, se fosse realmente tudo , vc nao ia atras de alguem pra ser sua companheira. hoje sei disso , era e ainda sou doente por ondas.
    pode até ser legal , pode ter o oceano inteirinho so pra vc , mas no fundo estara sozinho e nao terá nada, e quando olhar pra traz , so vai ter feridas ,hematomas, pranchas quebradas, e mas nada. tem que pensar no futuro , e se o surf nao for profissional (carreira) é melhor pensar em uma compnaheira pra crescer junto a ti .

  19. Polêmico mesmo! Mas lamento darem espaço para um jornalista q deve estar em um momento infeliz… Ele começou bem e perdeu a razão falando de outros esportes e mostrando todo seu egoísmo e indelicadeza. A velha briga do surfista é: ou ele (a) encontra alguém que surge também, ou precisa ser flexível e entender que a vida não é feita só de swell.

  20. até acho que este artigo faz pensar só não gostei das comparações, ficava com windsurfista e num ficava no carro esperando não pelo contrário ia atrás de ventos com velas ao lado muito mais massa! a parada é curtir o prazer que cada esporte dá! não só o surf como windsurfe jiu-jitsu alpinismo, o que for! =)

  21. Tbm ñ gostei das comparações a outros esportes, uma vez que no surf caso ela vá, terá que esperar talvez até mesmo dentro do carro. Não tive com minha esposa estes problemas, mas tive com as colegas e parentes dela. Ela sabia como eu era e nunca tentou e se tentasse receberia um não. Mas destino a ela tempo que precisamos estar juntos e pra casa, e se tiver um evento que eu queira ir e ela não queira ela ñ me barra. Acho que tive sorte.

  22. O surfe é como qualquer outro esporte. Nunca entendi o porquê de surfistas se acharem um tribo esportista à parte. Sou velejadora, e amo o vento, amo meu esporte. Já competi em alguns campeonatos internacionais e dediquei anos da minha vida aos barcos. Também já terminei relacionamentos por não querer deixar de praticar meu esporte favorito, até encontrar um parceiro que não só entende o que faço, como também pratica. Seu texto parece querer minimizar outros esportistas e valorizar apenas o seu. Como já foi escrito em comentários anteriores, relacionamento sem troca não existe. Quer companhia? Acompanhe. Quer compreensão? Compreenda. Ou termine. Quer ficar sozinho e ter 100% liberdade? Fique solteiro. Assim funciona pra mim, como mulher esportista. Assim deveria funcionar para esta tribo que se considera a mais serena do planeta: os surfistas. Seu banho é tão especial quanto as escaladas nos fins de semana para os alpinistas. Respeite se quiser respeito.

  23. Acho que os surfistas deveriam namorar mulheres surfistas. No Brasil a maioria das mulheres que namoram surfista nunca sequer ficou em pé numa prancha. No Hawaii tem senhora de 40 anos pegando ondas com os filhos em Rocky Point e V-Land

  24. SOU NAMORADA DE SURFISTA E NUNCA COLOQUEI O PÉ NUMA PRANCHA. PRETENDO APRENDER, UM DIA QUEM SABE, MAIS ME AMARRO EM SENTAR E OLHAR MEU BOY ENTRAR E SAIR DA AGUA. ADORO VÊ ELE TODO BRONZEADO, ADORO ASSISTIR OS CAMPEONATOS DE SURF COM ELE, ADORO OUVIR ELE FALAR QUE O VENTO TÁ FAVORAVEL POR QUE SEI QUE ELE VAI SAIR MAIS FELIZ DO QUE ENTROU.
    O MELHOR É VÊ-LO DO MAR OLHANDO PRA AREIA PRA VÊ SE ALGUM GAIATO VAI MEXER COMIGO.
    SURFISTA E LUTADOR DE JIU JITSU.
    DEPOIS DELE A MINHA VIDA TA MUDANDO, E ESPERO TER O PIQUE QUE ELE TEM PRA CONSEGUIR ACOMPANHA-LO NOS ESPORTES QUE PRATICA.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s