Uma praia para curar todas as ressacas!

Retomando as entrevistas da sessão Minha Praia Favorita aqui do blog, nossa praieira convidada de hoje nos leva para conhecer Morro de São Paulo na Bahia.

Vista boa para uma recepção calorosa: Morro de São Paulo, Bahia.

Vista boa para uma recepção calorosa: Morro de São Paulo, Bahia.

Muitas pessoas já me falaram bem sobre esse lugar. Moradores de Salvador, entendidos, viajados e marinheiros de primeira viagem. Até hoje nunca ouvi de alguém que conhece o Morro alguma contraindicação. Ao contrário do que já ouvi sobre muitos outros lugares como Porto Seguro e Salvador, por exemplo.

Mas é claro que cada praieiro tem sua visão própria, pessoal e intransferível de um lugar, de acordo com as experiências vividas nele.

E esse é o fator que mais me faz gostar dessas entrevistas aqui da Minha Praia Favorita. Através das histórias vividas por cada entrevistado é que vamos saber mais sobre tantos paraísos espalhados por esse mundo.

A nossa convidada de hoje, viveu momentos super engraçados e tenho certeza que únicos, mesmo para quem já esteve lá.

Vamos saber um pouco mais sobre Morro de São Paulo pelas histórias de Paula Jacques.

Paula Jaques no blog Vai pra Praia!

Ficha técnica da praieira/viajante/itinerante: Paula Jacques, RP, 50% carioca, 50% gaúcha. Perde o celular no carnaval, mas não perde o espírito esportivo e nem a riqueza porque só anda de avião e não de catamarã.

Paula contou ao Vai pra Praia que Morro de São Paulo é sua praia favorita até o momento, pois, segundo ela, teria muitas outras praias para nos falar nessa entrevista. Mas, pelo fato de ter memória curta, a melhor acaba sempre sendo a última.  Nas outras, ela gosta de voltar e viver tudo como se fosse a primeira vez. Legal, não?! Toda vez que chego na Praia do Rosa, minha praia favorita, sempre me sinto feliz como na primeira vez em que dei de cara com tudo aquilo.

A praia favorita da Paula localiza-se próximo a Salvador e é formada por três praias principais.  “É uma do lado da outra, então fica difícil dizer qual delas é a melhor”, conta Paula, que esteve em Morro de São Paulo na semana seguinte ao carnaval deste ano com uma amiga.

Vai pra Praia! – Além de ir pra praia, o que mais você gostou de fazer lá?

Paula – Morro de São Paulo é ótimo porque é uma cidadezinha muito tranquila com pessoas extremamente simpáticas e hospitaleiras. O clima “família” é mara! Eu amei passear à noite pelas milhares de tendinhas de batidas, fazer passeios, conhecer as piscinas naturais e andar de tirolesa!

Paula Jaques no blog Vai pra Praia!

Passeando por Morro de São Paulo.

Vai pra Praia! – O que tem de bom para comer por lá?

Paula – Tem vários restaurantes. Na segunda praia, que é a principal, mais badaladinha e, por isso, tem muitos restaurantes de “gringo” com comidas que deveriam ser feita por “locais” e acabam cobrando um preço mais alto.

Os que achei melhores e, além de tudo, com o melhor preço, foram os restaurantes mais afastados.

Dica da Paula: um muito bom é na terceira praia, não lembro o nome. Mas tem o estilo de pescador, com cadeira de plástico, muitíssimo bem servido. Petiscos maravilhosos de frutos do mar frescos e um preço ótimo!

Vai pra Praia! – Como é a vida noturna em Morro de São Paulo?

Paula – O melhor é ficar passeando pela vilinha, aproveitar os restaurantes que ficam na vila bem bonitinhos, ou ficar na beira da praia onde tem luau e tendinhas de batidas super bem decoradas com milhares de frutas.

Dica da Paula: Morro é muito conhecido pela festa de ressaca de carnaval de Salvador. Mas isso, na verdade, nem achei que fez muita diferença porque não tinha muita gente bonita e a única festa que teve maior, tocou Babado Novo e foi meio falhada.

Vai pra Praia! – Deu para fazer amigos por lá?

Paula – Fiz amigos lá. Conhecemos uns americanos/mexicanos bem divertidos. Mas ficaram por lá mesmo as amizades.

Pérolas da viagem: em um dos passeios conhecemos um uruguaio muito engraçado que adorava a música “Morango do Nordeste”. Ele cantava um pedaço da música meio em portunhol, bebum, e divertiu um dos nossos passeios. Nunca imaginei que essa música tinha chegado ao Uruguai, mas enfim. (Nem nós… Socorro!)

Mas a pessoa que foi A conhecida foi a Tânia, dona da barraca de batidas chamada Tetânia, já deve imaginar o porquê do nome né? A amiga que foi comigo na viagem já tinha ido ao Morro e conhecia a barraca dela. Realmente são as melhores batidas e ela é uma querida!

Vai pra Praia! – Que tipo de pessoas costuma frequentar Morro de São Paulo?

Paula – Tem todos os tipos de pessoas. Bastante gringo. Acredito que pela época do pós-carnaval, já que a praia é do lado de Salvador. Mas tinha família, gente jovem, gente velha, de tudo mesmo.

Vai pra Praia! – O que a sua praia favorita tem que as outras não têm?

Paula – O “clima família” é muito bom, te faz se sentir em casa. Um tipo de praia roots arrumadinha, com bons restaurantes e muitos passeios lindos.

Paula Jacques no blog Vai pra Praia!

Apresentando, a praia favorita da Paula.

Vai pra Praia! – Em que momento você estava quando parou e pensou: “esse lugar é do caralho!”?

Paula – Enquanto estava andando pela vilinha à noite após um dia perfeito de praia, com água cristalina e quentinha. Me senti em casa e pensei que ficaria um mês ali tranquilamente.

Vai pra Praia! Qual a história engraçada, bizarra, romântica ou inesquecível que você tem para contar da sua praia favorita?

Paula – Estava ressacadíssima da última noite de carnaval e tinha perdido o celular nesta última noite. Então estava de ressaca e triste e tínhamos que resolver como ir para Morro de SP.

Devido às minhas condições – sabíamos que o catamarã que leva até a praia balançava muito e tinha fama de enjoar as pessoas – e à minha fama e da minha amiga de ficarmos “ricas” nas viagens que fazemos juntas, resolvemos ir de avião (tecoteco para sete pessoas), que não era tão mais caro que o catamarã. Acho que o catamarã era algo como R$75,00 por pessoa e o avião uns R$100,00 a mais, que eu lembre.

Conhecemos uns meninos paulistas no aeroporto (detalhe: modelos), que resolveram ir de avião também. Fomos nós duas e mais os três paulistas num tecoteco MUITO pequeno. Foi bem emocionante, deu medinho também e, claro, nos sentimos mega chiques! Risos.

Paula Jacques no blog Vai pra Praia!

Ricas rumo ao avião!

Paula Jacques no blog Vai pra Praia!

E muito bem acompanhadas…

Vai pra Praia! – O que te faria voltar pra lá amanhã?

Paula – Tempo e dinheiro. Mas tenho muita praia ainda para conhecer e contar história (Que bom! Queremos saber tudo!).

Vai pra Praia! – Você moraria lá? Por quê?

Paula – Não moraria lá porque preciso de cidade grande, sou muito urbana. Mas passaria um mês, até mais, de férias lá fácil, fácil!

Te liga para saber como chegar até Morro de São Paulo!

Chegando em Salvador, pegue um avião ou vá até o porto e pegue o catamarã que leva até a praia.

Dica da Paula: sugiro ir de avião e voltar de catamarã. O catamarã balança demais e muita gente enjoa. Chegar e ficar mal da viagem de catamarã é ruim porque você já perde o dia da chegada. E na volta tanto faz! Você já está indo embora mesmo. Eu voltei dormindo e não enjoei. Fiquei dentro do catamarã e logo nas primeiras filas.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s