Férias, O RETORNO.

O RETORNO em letras garrafais. Sim, é assim que essa palavra merece ser escrita e destacada. Para quem achou que retornar ao trabalho foi difícil, talvez ainda não tenha retomado as atividades físicas.

Hoje, dia 16 de janeiro, é o meu terceiro dia de treino pós-férias (merecidas depois de um ano louco e tenso).

Vou tentar descrever como estou me sentindo agora:

– Dores no quadríceps, no glúteo, no peito, no tríceps, no bíceps, na posterior de coxa, nas costas, no abdômen, no ombro e até no pescoço de quase chorar;

– Dificuldade extrema para subir e descer as escadas da empresa onde trabalho;

– Fome para alimentar cinco leões;

– Vontade de tomar uma caixa inteira de relaxante muscular;

– Vontade de ser carregada no colo.

Agora vou descrever como foi o meu primeiro dia de treino de musculação, às 7h da manhã dessa terça-feira:

– Força zero: redução de mais de 35% das cargas dos aparelhos;

– Queda súbita de pressão: cheguei a 9 por 6 mmHg;

– Tontura e ânsia de vômito: mesmo tomando café da manhã, conforme indicação da nutricionista, provavelmente com as taxas hormonais ainda baixas e desacostumadas com tanto esforço físico neste horário, devo ter provocado um quadro de hipoglicemia de rebote*;

– Sono durante o treino de bocejar inúmeras vezes;

– Desânimo;

– Falta de condicionamento;

– Cansaço excessivo.

Sem contar os kg que apareceram do além na balança (resultado da brincadeira de praia com as amigas que me deixou muito próxima de uma parada cardíaca). O aumento de 4kg de peso me deixou muito, mas muito preocupada.

Mas, como eu já disse em postagens anteriores, eu levo a vida muito a sério, com a saúde e o treinamento não poderia ser diferente.

Aqui vão as minhas dicas para quem, assim como eu, está sofrendo absurdamente com o retorno, mas não vai deixar, jamais, isso abater o seu projeto de vida.

1. Desfilando com a sua marmita

Sim, musa. Você pode me ver sem casaco em dias de frio, sem um dos calçados nos pés, com as unhas super mal feitas. Mas, jamais me verá sair de casa sem a minha “marmiteira”. Olha que fashion:

Marmita fashion!

Marmita fashion!

Vá ao supermercado e compre tudo aquilo que está em sua dieta. Se ainda não possui uma, procure um nutricionista. Alimentação é fundamental para os resultados do seu desempenho. Nunca deixe de levar o que foi prescrito e faça o máximo de esforço para seguir essas orientações. A sensação de prazer de superar a não ingestão das porcarias alimentares que lhe oferecem durante o dia ou que lhe surgem como desejos alheios é muito maior do que a de ingeri-los. Confie em mim! E carregue sua marmita por todos os lugares a serem percorridos. Essa dica não tem nenhuma novidade – se você acompanhar o Instagram das musas do fitness, verá que até a Gracyanne Barbosa almoça em potes de plásticos.

2. Procure o seu professor e peça um treino específico para os objetivos do seu retorno

No meu caso, como ganhei peso muito impulsionado pela retenção de líquido, fizemos uma nova avaliação física no meu primeiro dia de atividade pós-férias de 25 dias. Detectamos a falta de força e resistência, mas pouco aumento das circunferências. Com isso, desenhamos um novo treinamento de hipertrofia, com mais repetições e cargas reduzidas, já que eu perdi muita força durante esse período.

Sessão Vai pra Praia Musa no blog Vai pra Praia, com Cláudia Janjar.

Professor Max esbanjando conhecimento e tortura na aula de musculação.

3. Faça sauna

A sauna ajuda na eliminação dos líquidos que seu corpo pode ter retido durante este período de festas de final de ano quando o consumo de álcool normalmente aumenta. Eu tenho como meta três seções por semana, sendo 20 minutos cada.

4. Dê um gás nas primeiras duas semanas e aumente a sua frequência de atividade física

Essa semana apostei na aula de Spinning – nome bonito para a aula de bike ou RPM. A ideia é potencializar a minha queima calórica e, com isso, conseguir eliminar com mais rapidez as gordurinhas acumuladas nas férias.

5. Se ainda lhe sobrar dinheiro depois das quatro dicas acima, aposte na drenagem linfática

Também auxilia na eliminação dos líquidos entre seus tecidos epiteliais (pele). Por isso, se conseguir, agende e vá relaxar. Além de benéfico é excelente para descansar a mente e lembrar das suas férias. Eu, com certeza, tenho excelente lembranças que merecem vir à tona!

Espero ter contribuído mais uma semana!

Até a próxima quinta musa!

Beijos.

*Leia sobre Hipoglicemia de Rebote em http://super.abril.com.br/esporte/alguns-atletas-sofrem-hipoglicemia-486660.shtml

Escreva para o Vai pra Praia Musa e para a colunista Claudia Janjar com as suas dúvidas e sugestões de pautas. Com a ajuda e participação de vocês, tudo o que fazemos fica muito melhor!

blogvaiprapraia@gmail.com

https://www.facebook.com/blogvaiprapraia

Agora as praieiras desse Brasil já sabem: Vai pra Praia? Vai sim! Vai pra Praia Musa!

Anúncios

Um pensamento sobre “Férias, O RETORNO.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s