Acessórios de praia que não falam, mas tem muita história!

Tem objetos pessoais que são quase humanos. Mas ainda bem que não falam. Se abrissem a boca teriam várias coisas da vida dos seus donos para contar. Aquele tamanco roots que já vai sozinho para a noite, a bermuda de mil anos que você usa para surfar, a toalha com estampa infantil que usa para trocar de roupa, o guarda-sol com marcas e ferrugens de cada verão que enfrentou, as havaianas velhas que todo mundo te critica por ainda usar em público e por aí vai.

Mesmo comprando coisas novas a cada verão, tenho certa (certa não, muita) dificuldade de me desfazer de alguns acessórios que me acompanham por muitos e muitos verões e invernos na praia.

Hoje vou dividir com vocês a história da minha garrafa térmica.

Chimarrão no blog vai pra praia

A minha garrafa térmica de estimação.

Para quem não mora no RS talvez pareça estranho tanto apego por esse objeto. Mas enfim, os gaúchos tem esse estranho (sim, vamos concordar que é estranho mesmo) costume de tomar chimarrão na beira da praia faça -2ºC ou 45ºC. Como se fosse água de coco na Bahia ou o chá mate no Rio.

Chimarrão no blog Vai pra Praia

Chimas do último final de semana na praia com um belo pôr do sol de cenário.

E, junto com esse costume, surgiu a tradição de adesivar as garrafas térmicas. “Mas por quê?”, vocês devem estar se perguntando. Já pensei bastante sobre isso e acredito que seja uma maneira de mostrar um pouco da personalidade através dos adesivos que a pessoa escolhe. Na adolescência, adesivamos as janelas do quarto e os cadernos. Já adultos adesivamos os carros. Mas vamos combinar que carro não é todo mundo que gosta de colar adesivo. E, muitas vezes, o carro não de uma pessoa só. No meu caso, por exemplo, eu gosto de praia e meu irmão de cavalos. O visual ficaria um pouco poluído, concordam?

Já a garrafa térmica é um objeto pessoal, que fica sempre perto do (a) dono (a), principalmente na praia. A minha mesmo fica bem do lado, já que eu sou relativamente ciumenta. E, dependendo do layout escolhido, parece que ela pede alguns adesivos.

A minha garrafa está comigo há seis anos. Cheia de problemas, coitada! A parte de baixo está quebrada. Mas isso ainda não causa nenhum transtorno no uso. A tampa vaza. E como! Já tentei trocar várias vezes, mas o problema é genético, eu acho. Ela vaza em dois lugares diferentes. Então, para servir o chimarrão, é preciso acertar os dois vazamentos dentro da cuia, além do buraco oficial por onde sai água. Ou seja, ninguém tem paciência com ela, além de mim.

Os adesivos que colei não têm necessariamente uma longa história. Mas cada um tem um significado importante para mim.

???????????????????????????????

Vida Urgente – ONG do RS que trabalha fazendo a prevenção de acidentes de trânsito através da conscientização dos motoristas. Também atende pais de jovens que morreram em acidentes de carro. Fiz alguns treinamentos lá, conheço bem o trabalho deles e tenho um carinho muito especial pela causa.

???????????????????????????????

BR 101 / Praia do Rosa – Necessária alguma explicação sobre o significado desse adesivo? Não, né? Apenas o registro de que ele não foi comprado. Ganhei da minha melhor amiga.

???????????????????????????????

Pico da Tribo – A noite mais tradicional da Praia do Rosa. Esse adesivo é tão antigo quanto a garrafa. Tenho um carinho especial por ele, pois os adesivos mais novos do lugar são gigantes e muito menos bonitos que este. E, claro, porque ele foi distribuído na beira da praia.

Fusca Praia do Rosa – Esse é o adesivo que simboliza o meu verão de 2013 no Rosa. Também não foi comprado e, sempre que olho pra ele, lembro o quanto fui feliz naquele verão que durou exatos três longos meses.

???????????????????????????????

Apple – Esse é o mais recente. Não só por ser cliente da marca mas, principalmente, por ter estudado e me apaixonado por toda a história de vida e de empreendedorismo de Steve Jobs. Carrego essa maçã com a maior satisfação.

???????????????????????????????

#vaiprapraia – Também dispensa qualquer explicação, certo?

Adesivo #vaiprapraia

Adesivo #vaiprapraia

Depois de fazer essa breve análise, tenho ainda mais certeza de que esse costume serve para identificar a personalidade de cada praieiro.

Agora fiquei curiosa para saber o que querem dizer os adesivos que já vi colados em tantas garrafas por aí. Tenho certeza que cada um guarda alguma boa história ou significado especial.

Quer contar pra gente? Mande fotos da sua garrafa e conte a história dos seus adesivos aqui no Vai pra Praia!

blogvaiprapraia@gmail.com

facebook.com/blogvaiprapraia

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s