Mala seletiva: como fazer?

Quanto espeço ocupam os sentimentos dentro de uma mala de viagem?

Fazer mala nunca foi uma tarefa fácil e divertida para ninguém. Mesmo que seja para ir para a praia. Mesmo que seja para os homens. As mulheres têm a fama de superlotarem porta-malas facilmente, mas já repararam na quantidade de “coisas” que os surfistas carregam dentro de um carro? Tudo o que carregamos em sapatos e protetor solar eles carregam em pranchas! Fora as roupas de borracha, capas das pranchas, toalhas, parafina, raspador e muito mais.

Modéstia à parte, depois de mais de vinte anos de vai e volta da praia o ano inteiro, desenvolvi uma boa técnica para fazer as malas e, normalmente, consigo ser bem econômica ou, pelo menos, usar tudo o que eu levo.

Só que agora está sendo um pouco diferente. Com a minha ida pra Austrália chegando (sim, desculpem, mas daqui para frente vai ser difícil abordar outra pauta por aqui), a tarefa de fazer a mala tem sido um desafio quase impossível de vencer.

Como arrumar uma mala com tudo o que eu posso precisar nos próximos vários meses longe de casa? E mais: como conseguir carregar esta mala sozinha?

mala do blog Vai pra Praia para a AustráliaSinceramente, o tempo foi passando, a data do embarque está logo aí e eu estou me sentindo bem atrasada. Então decidi que, em relação às roupas e sapatos, vou utilizar a técnica do desapego mesmo. Afinal, são só roupas e sapatos, certo? Quem precisa de quatro regatas brancas para viver só porque uma tem renda na barra, a outra cobre a bunda e as outras duas são mais larguinhas? Paciência… Vou fazer um uni-duni-tê e resolver logo esse problema. Sem muito sentimento envolvido.

Agora tem coisas, objetos de valor sentimental, que simplesmente não posso deixar para trás. E parece que só porque vou para longe, o valor deles tem aumentado a cada dia. Esses sim vão ocupar um belo espaço na minha mala.

mala do blog Vai pra Praia para a Austrália

Objetos que, se o assunto for sobrevivência, realmente preciso concordar que não servirão pra nada. Mas como viver sem? Nos últimos dias tenho ganhado presentes muito legais, com um significado muito importante para quem me deu e que vão fazer toda a diferença na hora que der saudades de casa. Coisas como pazinha de brincar na areia da praia, guarda-chuva de papel, sacolinha com endereço de loja de pratas em Bali, roupas preferidas das amigas, dvds e uma versão offline do blog Vai pra Praia! Um scrapbook para escrever e guardar todas as recordações dessa trip.

Fora esses itens que já decidi que vou levar, cabendo ou não na mala, ainda tenho que resolver o problema da minha cadeira de praia e do meu guarda-sol. Como deixa-los para trás sem sofrer? Será mais uma despedida difícil. Sem a menor dúvida.

 

Anúncios

4 pensamentos sobre “Mala seletiva: como fazer?

  1. Chuzããooooo, vai levar a blusa….. Que massa !!!!!! Quando olhei para ela no armário sabia que deveria ir contigo para não esquecer da amiga e da época boa que ela representa para mim e levará ctg toda esta sorte !!!!!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s