Então, o Inverno

Por que praieiro de verdade não foge da praia no frio.

Por mais que os praieiros residentes em regiões em que se tem mais de uma estação climática por ano se esforcem para esticar o verão, não adianta. Uma hora o inverno chega com tudo. Com sua ventania de Sul arranca os biquínis que foram esquecidos nos varais, bagunça qualquer canga que tente ser entendida na areia, arrepia de frio o mais valente dos surfistas e faz o sol se recolher mais cedo.

Para muitos, geralmente os turistas, esse é o fim da alegria. Hora de hibernar em casa até setembro chegar e não tirar os pés de dentro das pantufas até lá. Esses são aquele mesmo tipo que, no fim de abril, guardam a prancha e a cadeira de praia na garagem e deixam as pobrezinhas lá, amarelando e mofando solitárias. Trocam o esporte por outro de inverno ou por uma ou 54 garrafas de vinho.

Nós do movimento Vai pra Praia! somos do time que morre congelado mas não se entrega!

Queremos o verão sim! Sofremos a falta dele todos os malditos dias frios em que temos que criar coragem de botar as canelas de fora para tentar correr atrás de um raio de sol. Ou mesmo quando é preciso vestir o long john molhado do dia anterior, tarefa nada fácil e que exige imensa força de vontade. Mas nem por isso vamos esperar pela melhor estação do ano em casa ou longe da praia.

A partir de hoje iniciamos aqui no blog a contagem regressiva oficial para o verão, faltando exatos 164 dias. Ano passado ela foi um sucesso e tenho certeza que nenhum praieiro se sentiu sozinho esperando pelo verão.

Enquanto encurtamos essa distância dia-após-dia, vamos fazer o nosso melhor para curtir tudo de bom que cada praia tem no inverno. Vamos nos espraiar em toda a faixa de areia aproveitando a completa ausência de turistas, botar à prova as roupas novas de borracha compradas no fim do último verão, comer bergamota no sol, virando a cadeira na busca de cada raio do Astro Rei na tentativa de manter o mínimo bronzeado, comprar algumas polainas que combinem com os biquínis pois, por mais roupas que estejamos usando, eles sempre estarão lá, na esperança de serem expostos. Quando a ventania não permitir, vamos tomar chimarrão (ou um chá ou nada, para quem não é gaúcho) dentro do carro, curtindo um som, lendo um bom livro ou falando sobre a vida até o último raio de sol se retirar ou até o (a) último(a) surfista sair do mar.

Querido inverno, nós praieiros oficiais de carteirinha, não temos medo de ti. Pode vir com tudo que não vamos fraquejar! Que sejas intenso, lindo e, principalmente, rápido, para podermos mais uma vez viver toda a alegria de um novo verão.

contagem regressiva para o verão no blog Vai pra Praia!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s