Não deixe o mar te engolir

Ela sonha com um surfista para carregar sua cadeira de praia, mas se sente feliz e amada quanto está numa roda cheia de cadeiras coloridas entre amigas.
Ela tenta aprender a surfar levando muita vaca, mas gosta mesmo de ficar jogada na beira da praia esquecendo-se da vida.
Ela deseja conhecer lugares inesquecíveis, mas seu coração se enche de paz ao sentar na poltrona vermelha da sacada do seu apartamento de frente para o mar.
Ela busca responder todos os seus questionamentos existenciais conversando com alguém, mas é sozinha, na beira da praia aonde ela mais se entende, organiza as ideias e escreve coisas como estas.
Ela usa bonés diferentes para combinarem com seus biquínis mas queria mesmo era o seu guarda-sol meio enferrujadinho e de grande valor sentimental na beira da praia para se sentir protegida. Em todos os sentidos.
Ela ama fritar no sol por muitas horas, mas seu horário favorito na praia é no final de tarde, quando o cheiro da maresia sobe e o Astro Rei se põe.
Ela corre contra o tempo durante as horas do dia, para ter cinco minutos de pés na água salgada antes de chegar em casa.
Quando se encontra com o mar, ela sente um misto de emoções. Sente-se grata, abraçada, mas, muitas vezes, sente-se engolida.
Sim. O mar que ela tanto ama as vezes parece querer mostrar à ela que não é digno de toda essa admiração. A quer derrubar, tirar-lhe o ar, fragilizar e assustar.
É nessa hora que ela não recua. Ela vai em frente. Mesmo cansada e quase decepcionada, reúne forças e enfrenta toda a braveza do mar. Porque ela sabe a que veio, o que a faz ficar e nunca recuar. Ela sabe que, apesar de toda a rebeldia, o mar traz a ela o bem e leva tudo de ruim embora. O mar testa o seu amor até as últimas consequências para mostrar a ela mesma o quanto ela pode e o quanto é forte.
Prova a ela a todo o momento que ele pode a tentar engolir, mas é porque nem ele é perfeito e às vezes fica de ressaca e se descontrola.
Ela ama o mar, não entende muito bem por que. Estremece diante da sua grandeza, mas impõe respeito e não deixa que ele a domine. E foi esse o caminho que ela encontrou para manter esse amor vivo até hoje: não deixe o mar te engolir.

blog Vai pra Praia na Austrália

 

Anúncios

Um pensamento sobre “Não deixe o mar te engolir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s