O Meu Mundo Ideal

Pirações e delírios sobre um mundo ideal à beira mar…

Para passar o tempo na praia uns surfam, uns correm, pescam, tomam banho de sol, de mar, dormem, leem ou ouvem música.
Eu gosto de analisar. Aos outros, a mim mesma, ao ambiente, pranchas, surfistas, biquínis, ao que quer que seja. Observo cada detalhe de tudo até gastar os olhos e cair no sono ou ser chamada de volta ao mundo real por alguém.
Fico lá, cansando meus pensamentos e, quando me dou conta, horas de praia se passaram.
Um dia, a vida me deu de presente uma amiga, praieira tanto quanto eu que, sem querer, manifestou em voz alta um dos seus pensamentos na beira da praia. Pronto! Aí eu vi o quanto eu não era louca sozinha.

Foi então que surgiu a nossa terapia do “Meu Mundo ideal” para todas as horas de praia.

Por ser hoje um dia especial, resolvi compartilhar aqui no Vai pra Praia alguns dos nossos devaneios sobre o nosso mundo ideal.
– No meu mundo ideal, as pessoas não beberiam nada alcoólico na beira da praia;
– No meu mundo ideal, todos os surfistas gatos mereciam usar um escapulário fininho em um pescoço bronzeado;
– No meu mundo ideal, eu teria todos os finais de semana de folga para pegar a praia cheia;
– No meu mundo ideal eu também teria a segunda-feira off, para descansar do final de semana e pegar uma praia tranquila, sem ninguém;
– No meu mundo ideal as sungas brancas seriam abolidas da beira da praia. Assim como os relógios brancos seriam permitidos apenas a um público restrito, capaz de honrar essa categoria;
– No meu mundo ideal, bodyboards seriam apenas para uso infantil e não para homens enormes e bombados, com plenas condições de surfar em uma prancha de surf;
– No meu mundo ideal os turistas que vão farofar na praia seriam limitados a um espaço cercado, com todas as suas comidas, sacos de biscoitos, tubos de maionese, câmeras fotográficas e abrigos de tactel. Bem longe de quem pega praia o ano todo;
– No meu mundo ideal, passeios turísticos longos de praia em praia não existiriam. A gente sempre partiria direto para a cadeira, guarda- sol e chimarrão no escritório.
– No meu mundo ideal todas as praias teriam torneiras com água quente para o chimarrão, como as da Gold Coast.
– No meu mundo ideal, os biquínis australianos seriam menores e as bermudas masculinas mais compridas.
– No meu mundo ideal, eu seria paga para fazer o que sei de melhor: nada na beira da praia.

Esse post é inteiramente dedicado à amiga que passa horas dividindo ideias de um mundo ideal comigo na beira da praia.

Obrigada por existir!
Feliz aniversário joelho preto!

Blog Vai pra Praia aniversário

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s