Para a Praia do Rosa, com Amor.

Li esses dias que a única forma de conhecer um lugar é amando.
Eu te conheci amando alguém que me ensinou a te amar. O alguém não vem mais ao caso porque aquele amor já acabou. Acabou, mas me deixou o amor por você, Praia do Rosa.

Você que é a principal razão da minha inspiração e do meu “querer escrever”. Principal catalisadora dos meus sonhos de menina que se misturam e se realizam como sonhos de mulher.
De tanto te viver, eu te amei. E de tanto te amar eu posso dizer que te conheço como quem fala de uma melhor amiga ou de mim mesma.

São anos arrastando chinelos pelas tuas ruas de chão batido empoeiradas, vendo algumas delas serem asfaltadas sem sucesso (ainda bem!). Verões e mais verões quase impublicáveis ao grande público, deixando contigo todo o meu dinheiro, minha saúde, minhas pulseiras extraviadas em casas alheias, minhas melhores memórias, minhas paixões, meus pedidos e promessas de réveillon e meus traumas abandonados à beira mar que só tu conhece.

Dividimos também invernos rigorosos, nos quais a gente se curtiu mais do que um casal apaixonado, mesmo com todas as evidências climáticas e sociais contra. Perdi a conta de quantas vezes respondi a mesma pergunta para diferentes pessoas: “Mas vai fazer o que no Rosa com esse frio?”. E a resposta foi sempre um sorriso sincero e malicioso, de quem não consegue explicar em palavras um sentimento. Recuperei minha cor de pele saudável no teu gramadinho do Sul, com aqueles dias frios de sol gostoso e preguiçoso. Peguei no sono de biquíni, polainas e casado de capuz enquanto teu sol me aquecia com preguiça e acordei com os surfistas gritando de empolgação, alucinados com as ondas do teu swell de inverno.

Por dois dias de finais de semana intensos ou por meses de temporadas a gente sempre se curtiu da mesma maneira e nunca decepcionamos uma a outra como normalmente acontece nas grandes histórias de amor.

Tu me presenteia com teus dias de sol e gente linda e saudável, com teu cheiro de mato fresco, com tuas chuvas de final de tarde que já são esperadas, mas que sempre pegam muita gente de surpresa. Tuas casas charmosas e simples, tua gente local que eu adoro como se fossem minha família e me fazem chorar a cada partida. Meus dias se alegram com o melhor suco de açaí e empanado de brócolis do mundo (direto da tenda do Nelo, na beira da praia), com a única marca de biquínis que eu gosto e uso, com as melhores festas, com um trabalho que me ensinou que viver na praia é possível sim, obrigada. Teus “cardumes de surfistas” (#piadainterna) são os mais bem selecionados do mundo e teus finais de tarde são doces, cheios de nuvens cor de rosa no céu.

Eu, em troca, guardo pra ti, o espaço mais nobre do meu coração. Termino relacionamentos com quem não entende o alcance da nossa ligação e estranho quem não te conhece. Escolho a dedo pessoas e ensino elas a te amarem também. Começo devagarinho te apresentando e a mágica restante acontece. Te preservo de quem não te merece e te boto nas alturas em comparação a qualquer paraíso internacional que eu já conheci e gostei.

Praia do Rosa no blog Vai pra Praia

Isso só pode ser amor!

E não importa quantas voltas esse mundo maluco dê, se chova e faça frio, se rolar onda ou mar flat, noite forte ou churrasco com amigos, sempre que a gente se encontrar, sempre que meus olhos mirarem o teu mar, meus pés tocarem a tua areia, sempre que teu sol beijar a minha pele, tua chuva molhar o meu cabelo e tua gente me receber com o sorriso mais sincero e o abraço mais amigo do mundo, eu vou me sentir em casa. Vou respirar melhor, vou pensar com mais clareza e entender todas as escolhas que fiz e para onde eu quero que elas me levem. Não importa o quanto o mundo e as novas experiências me transformem e nem o quanto tu pode ser transformada pela força do homem e do tempo. Nós sempre vamos reconhecer uma à outra, como no primeiro dia em que nos vimos, onde a gente sabia que nunca mais as nossas vidas seriam as mesmas.

Que bom te ter. Que bom viver esse amor lindo e livre.

Obrigada por guardar contigo o melhor de mim e me deixar levar o melhor de ti sempre comigo.

Que nossos ventos e mares se cruzem em breve e, quem sabe, um dia pra sempre, Praia do Rosa.

Praia do Rosa no blog Vai pra Praia

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s